quarta-feira, 5 de março de 2014

Produção textual - Coisinhas á toa que deixam a gente feliz



PLANO DE AULA




IDENTIFICAÇÃO

Turma: 4º ano / 5º ano

Disciplinas envolvidas: Língua Portuguesa

Conteúdos: Produção de texto; Interpretação oral; Poema



OBJETIVO  ESPECÍFICO:

·       Ouvir o poema  com compreensão;

·       Interpretar oralmente e contextualizar com seu cotidiano;

·       Produzir um texto de acordo com o tema proposto utilizando as convenções gráficas: paragrafação e pontuação.



DESENVOLVIMENTO METODOLÓGICO:



1º momento

Ler o poema “´Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz - Otávio Roth”; Ler novamente e conversar sobre o poema, sua estrutura, verbos, substantivos, etc.; Se necessário, ler novamente.

2º momento

Reler o poema novamente observando a estrutura, desejos, vontades, sentimentos; Após, pedir-lhes que produzam um poema similar similar baseando-se na história “´Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz - Otávio Roth”; A história deve conter a mesma estrutura, mas o aluno deverá usar o que deixa ele feliz; O texto deve conter de 15 coisas que deixam ele feliz.





RECURSOS DIDÁTICOS: Quadro negro, materiais individuais do aluno.



AVALIAÇÃO:

·       Durante a leitura verificar se o aluno presta atenção.

·       Durante a produção observar se o aluno consegue fazer com autonomia, coêrencia.





REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:  http://escrevereprolongarotempo.blogspot.com.br/2010/03/duas-duzias-de-coisinhas-toa-que-deixam.html





 Anexo I


    Duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz

                                                                                                           Otávio Roth

   Passarinho na janela, pijama de flanela, brigadeiro na panela.
   Gato andando no telhado, cheirinho de mato molhado, disco antigo sem chiado.
   Pão quentinho de manhã, dropes de hortelã, grito de Tarzan.
   Tirar a sorte no osso, jogar pedrinha no poço, um cachecol no pescoço.
   Papagaio que conversa, pisar em tapete persa, eu te amo e vice-versa.
   Vaga-lume aceso na mão, dias quentes de verão, descer pelo corrimão.
   Almoço de domingo, revoada de flamingo, herói que fuma cachimbo.
   Anãozinho de jardim, lacinho de cetim, terminar o livro assim.

      Duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz.
      São Paulo: Ática, 1994.
 



                                           



Nenhum comentário:

Postar um comentário